Posts Relacionados

11 Comentários

  1. DISCRETO/ FUDEDOR

    Belo homem de Brasília, 44 anos, em forma, 1,78 77 kg olhos verves, moro só meu apt em Brasília e busco mulheres reais, verdadeiras bem resolvidas, casadas, solteiras, noivas, gatas Bi que desejem realmente uma amizade segura e saudavel com um homem amante e especializado em sexo total com adoração Oral demorado e Anal profundo carinhoso, se você mulher deseje algo real me acesse whatsapp com fotos reais, (61) 99638-1012

    Responder
  2. Guto

    Boa tarde amigos, enquanto estava relatando para vocês, minha esposa acabou de chegar e leu o que enviei para vocês. Ela vai fazer um breve relato para vocês do que ocorreu.

    Oi gente meu nome é A………, sou casada e apaixonada por meu marido. Temos 2 lindos filhos e adoramos nossa vida de casados. Sempre gostei de fazer sexo em sua plenitude, sou fiel e companheira. Tenho 1,55 cm, 53 quilos bem distribuidos. Tenho uma cintura fina, quadril largo, seios duros médios para grande. Tenho uma bunda que chama muito a atenção onde passo. Minha bunda e meu cu é do meu marido e de vez em quando do nosso amigo sortudo. Tenho 2 irmãs tão gostosas quanto eu. Me considero a rainha do sexo anal. Adoro usar fio dental, roupas curtas, calças brancas e transparentes, mini saia, e curto depilação total na frente e atrás. Curto exibicionismo, adoro ir no shopping de mini saia ou vestido curto sem calcinha e subir as escadas rolantes e os homens ficarem lá embaixo babando. Quando me depilo, gosto de usar calça corsario de lycra sem calcinha. rachando a buceta. Não importa a cor da calça. Mas o mais importante para mim, é saber que consegui aguentar nas 2 vezes que encontrei nosso amigo bem dotado, tudo dentro de mim. Sendo que na ultima vez foi mais excitante, pois meu marido não sabia que estava sendo deflorada no cu. Não há sensação melhor de olhar para o pau enorme de nosso amigo, pegar com as duas mãos e ainda sobrar muito para brincar. Saber que tudo aquilo estará entrando no meu cuzinho. Vou convencer meu marido para que ele fique observando eu levar uma surra de pica de nosso amigo. Ver aquele pau forçando a entrada do meu cuzinho. Ver eu subindo e descendo aquela tora. Gemendo de prazer, e quando termina, bato uma punheta gostosa e nosso amigo acaba gozando no meu rosto, seios e barriga. Tenho algumas pregas que teimam em ficar. Vou pedir para nosso amigo tirar todas. Quero meu cu lisinho. Igual de filme pornô. Nessa surpresa que fiz ao meu marido, levei uma surra de pica. mal chegamos em Caldas Novas e nosso amigo já veio para cima de mim e falou: Quero meter nesse seu cuzinho. Falei para ele ter calma, pois não queria ficar com nenhuma prega no cu. Que a penetração teria que ser sem lubrificante, no máximo, um pouco de saliva. Ele falou que eu era louca, mas o cu era meu, então tudo bem. Com muito jeito e calma, a pica monstra foi abrindo caminho. Vi estrelas de tanta dor, mas fui pedindo para ele colocar mais e mais. Só parei de pedir quando senti seu ovos batendo na minha bunda. Pedi para ele deixar eu acostumar com aquela tora no meu cu. Aí pedi para ele começar a meter, devagar e aumentando ritmo. Lágrimas escorreram dos meus olhos. A dor misturava como prazer. Queria dar de presente para meu marido, meu cu todo arrombado. Nosso amigo me virou de costas na cama e me penetrou na posiçõa de frango assado. Entrava tudo, tudo mesmo!!!

    Fudemos tanto que nem vimos que havia anoitecido. Descemos para lanchar, mal fiz a digestão e nosso amigo me trouxe para o quarto e começou a bombar no meu cu. Que já estava assado e pegando fogo. Por volta da meio noite, cansada de tanto levar no cu, adormeci engatada no pau dele. Fiquei de ladinho e dormi. Acordei por volta das 3 da manhã, com o movimento de vai e vem no meu cu. Perguntei para ele se ele não cansava. Ele respondeu que como a unica mulher que aguentava seu pau todo no cu era eu e sentia prazer, ele não iria perder a oportunidade.

    Fomos dormir por volta das 5 da manhã. Acordei com a gritaria das crianças hospedadas no hotel brincando na piscina. Já era quase 10:00 horas. Fomos tomar café no restaurante. Ele mandou eu vestir um biquini fio dental bem pequeno que tenho. Falei que todos iriam ver o vermelho do meu cu. Ele falou se eu estava preocupada com a opinião dos outros. Disse que não, vesti o fio dental e quando fomos para a piscina, eu era o centro das atenções e comentário. Quando virava para tomar sol de costas, a homenzarada não tirava os olhos. Muitos ficaram de pau duro. mas por causa do tamanho de nosso amigo, ninguém bancou o engraçadinho. Quando deu quase meio dia, nosso amigo comentou alto comigo, para que todos ouvissem: estou com vontade de comer uma rabada. Como tenho a bunda grande, não precisa falar mais nada. Dentro do elevador panoramico que leva nosso andar, ele já foi me beijando e arrastando para o quarto. Mal tive tempo de tirar o biquini e ele me fez ficar de quatro na cadeira com a bunda arrebitada. Como meu cu estava aberto, a penetração foi rápida. Dolorida pois meu cu estava esfolado. Ele ficou quase uma hora metendo nessa posição. Meu joelho chegou a doer. Pedi para ele parar um pouco e ele falou: Você não quer perder as pregas? Então aguenta!! E eu concordei e falei: Mete!!! Mete com vontade!!! Falei para ele que estava no segundo dia e iriamos embora no terceiro, e ainda não havia pegado uma marquinha de biquini. E ele me respondeu: Você veio para tomar sol ou tomar no cu? E novamente fiquei submissa a ele e falei: Mete!!! Arromba esse cu! Passamos a tarde toda fodendo. Mas a fome chegou, falei que era para dar um tempo e lanchar ou jantar. Ele ligou na recepção e pediu um jantar leve (salada, grelhados e suco). Jantei sentada no pau dele. A noite fui para o centro passear de tremzinho e ele não deixou. De novo disse que veio para uma missão, que era arrombar meu cu e tirar todas as pregas que tinha. Que estava ajudando no presente de aniversário. Estava cansada de tanto dar o cu. Quando chegamos no hotel, fui tomar um banho para relaxar e ficar mais acordada. Pois sabia que nosso amigo iria me foder novamente. Quando estava tomando banho, passei minha mão no meu cuzinho. Ele estava aberto, macio, queimando de dor, peguei um espelho na bolsa e fui olhar como estava. Parecia que nunca mais iria fechar. Minha preocupação foi embora, quando fiquei observando aquela buceta lisinha, aquele cu liso e arrombado que naquele horário amanhã, meu esposo estaria admirando.

    Tomei coragem e falei para nosso amigo: Aproveita que amanhã acaba. E ele aproveitou, comeu meu cuzinho de tudo quanto foi jeito. Bombou, segurava o gozo, o pau engrossava cada vez mais, e nada de gozar. Ele me fez vestir meu vestido curto e soltinho, fomos para a varanda do quarto que era virada para as piscinas e vez eu sentar no seu pau. Eu ficava observando as pessoas brincando nas piscinas, as pessoas nos dava tchauzinho e eu não podia levantar, pois estava engatada no pau dele. Havia um acordo entre nós, ele nunca gozaria no meu cu. Sempre gozaria nos seios, rosto, barriga e prometi que se ele me deixasse sem nenhuma prega, ele poderia gozar na minha boca. Porém nesse dia que ficamos na varanda, onde estava sentada no seu pau, ele estava muito excitado, pois as pessoas não sabiam que estavamos fazendo sexo anal em publico. O que separava era apenas a varanda do quarto. Ele estava perto de gozar e parou de meter. Eu de pirraça, comecei a rebolar, rebolar muito, fazendo um movimento de sobe desce bem discreto. Até que ele falou para eu parar. Continuei e ele encheu meu cu de porra. Gozei junto com ele. Minha buceta ficou toda melada. E como e´que a gente ia levantar? Todos iam ver a loucura que fizemos. Continuamos engatados, seu pau que havia amolecido, voltou a crescer dentro do meu cu. E ali ficamos mais um tempo, até que aproveitamos um momento que as pessoas sairam e fomos para o quarto. Saiu muita porra de meu cuzinho. Pedi a ele para deixar eu descansar o resto do dia. No outo dia iriamos embora meio dia. Ele disse que sim, mas que ele iria aproveitar a saideira. Dito e feito, fodemos das 6 da manhã até as 11;50, quando paramos e guardamos nossas roupas e bagagem. Vesti o vestido que encontrei meu marido quando cheguei da viagem. Sem calcinha, pois estava assada e queria fazer uma surpresa para meu marido.

    Vou selecionar algumas fotos e colocar no site. Para que vocês vejam o estrago que fizeram no meu cuzinho. Pregas!! Nunca mais!!! Tem um cuzinho lindo, liso de pelos e de pregas. E amo demais meu marido.

    Responder
  3. Guto

    Boa tarde amigos. Conforme havia relatado em novembro do ano passado nesse site, tivemos uma experiencia de sexo a três e minha esposa fez sexo anal e DP com nosso amigo super dotado. Planejamos ter uma nova experiencia onde fariamos fotos dela sendo penetrada sem lubrificante com o antes e depois. Porém sempre faltou coragem de minha parte para repetir a dose. Os motivos são aqueles de sempre;: Ciumes, receio de que o amigo não queira fazer novamente, o medo do estrago no cu de minha esposa (da ultima vez, ela ficou mais de semana sentando de lado e com o cuzinho aberto). Claro que teve o lado bom depois da experiencia, do sexo a três. Ficamos mais libertinos, exibicionistas e minha esposa desde o ao passado que vai todo mês no salão de beleza tirar os pelos de sua bucetinha e cuzinho. Ela não quer mais saber de pelos abaixo do umbigo. Está pensando em tirar tudo no laser. Para manter sempre lisinha. Mas o tesão e a vontade de ver o cu de minha esposa arrombado pela ferramenta enorme de meu amigo, sempre me acompanhava. Quando eu e minha esposa faziamos sexo, sempre comentava e lembrava da DP e do depois do sexo anal que ela fez com nosso amigo. Então minha esposa falava: Vamos fazer novamente, eu quero!!! Porém eu sempre dava para trás. Comentava para minha esposa que devia ter tirado fotos para lembrar daqueles momentos maravilhosos. Faço aniversário em junho. Um mês antes, minha amada esposa, perguntou o que queria de presente de aniversário. Respondi que podia ser um bom livro, uma calça jeans e que confiava no bom gosto dela. Ela falou que teria uma convenção na empresa dela dali a 15 dias, que iria ausentar de quinta a sábado. Não estranhei,visto que todo ano havia essa convenção na empresa onde ela trabalha. na data da convenção ela deixou nossos 2 filhos com a mãe dela e viajou. Como também trabalho na area externa, os dias passaram rápido. Pois chegava a noite cansado, tomava banho e janta, depois dormia. No sábado, por volta das 16:00 horas ela chegou da convenção. Estava linda, usava um vestido cutinho, solto, estilo uma batinha e uma sandalia de salto baixo, parecia uma adolescente. Falou para buscarmos as crianças na mãe dela e irmos fazer compras no mercado. Fomos na mãe dela, pegamos as crianças e fomos primeiro ao shopping, onde lanchamos e compramos calçados para nossos filhos. Depois fomos ao mercado, ela com aquele vestido curtinho, chamava muito a atenção dentro do mercado. Percebia que minha esposa respirava sexo e estava excitada. Depois de fazermos as compras e irmos para casa, ela foi descansar na sala, enquanto eu guardava as compras. As crianças foram brincar no playground do condominio. Foi quando minha esposa foi para o quarto e me chamou. Ao chegar no quarto ela foi para cima da cama, ficou igual uma gata de quatro e levantou o vestido. Surpresa!! Ela estava sem calcinha e seu cu estava aberto (arrombado), vermelho e liso, quase não se via as pregas de seu cu. Surpreso e excitado, perguntei o que era aquilo. O que havia acontecido. E minha adorada esposa, respondeu: Isso é seu presente de aniversário. Não viajei coisa nenhuma para a convenção. Tinha combinado com nosso amigo que queria te fazer essa surpresa. Ele não queria fazer, pois achava que era traição. Falei para ele que seria seu presente de aniversário. Para ele ajudar a realizar essa fantasia. Disse que era para ele deixar meu cu sem uma prega sequer. Para fazer a penetração sem lubrificante. Que aquele cu seria dela nos 3 dias. Mas na buceta não. Pois ali só entra o pau do esposo amado. Minha esposa disse que foram para Caldas Novas e ficaram no hotel X. E quando foram para os finalmentes, viu estrelas de tanta dor. mas depois da porta aberta, fizeram sexo anal de todas as formas e posições possiveis. Sendo que cada momento de sacanagem, foi registrado. Foi quando perguntei, fez fotos do antes e depois? Em em resposta ela me deu um cartão de memória onde ela disse: Além das fotos, tem alguns filminhos para você ver. Beijei-a longamente e fizemos muito sexo anal. Apesar que seu cu estava arrombado e era só encostar que entrava. Minha esposa estava muito dolorida. Seu cu estava bem vermelho quase na carne viva. Por isso que ela estava andando sem calcinha. Ela disse que o fio dental machucava seu cu, que estava aberto. Eu perguntei se ela estava sem calcinha quando foi na casa da mãe dela, no shopping e no mercado. Ela disse que sim. Nossa como fiquei excitado. Fomos olhar o cartão de memoria juntos. Havia mais de 300 fotos dela, onde aparecia o rosto, de corpo inteiro, close nas sua partes intimas e vários filmetes de 30 segundos em média. Ficamos observando cada foto e assistindo cada filme. Imaginem vocês, as fotos sendo passadas na tela de uma TV de 60 polegadas. A nitidez das imagens. Coisa de louco. Beijei muito minha esposa e agradeci esse presente de aniversário inesquecível. Ver aquelas fotos dela sendo penetrada de lado, de costas, de frente, no divã, na cadeira, de conchinha, pelo reflexo do espelho. Ela guardar dentro de seu cuzinho quase 27 centimetros de pica grossa. Minha esposa disse que enquanto todos estavam brincando nas piscinas, ele estava levando pau no cu. Parava para almoçar e lanchar. A noite foram jantar no centro de Caldas Novas, ela com uma mini saia rodada de um palmo de comprimento e uma blusinha, nada mais, sem sutiã e calcinha. Ela com seus 1,55 cm de altura e nosso amigo com seus 1,87 cm. Mal comeram e ela queria passear no trenzinho que anda pelos pontos turisitcos da cidade e nosso amigo voltou para o hotel e tome maratona de sexo anal. Depois por volta das 11 horas da noite, pediu que minha esposa fosse para a piscina com a parte de cima do biquini, uma canga em volta da cintura e sem a parte debaixo do biquini. Nosso amigo fez minha esposa sentar em cima do seu enorme pau, e ficar sentada dentro da piscina engatada nele. Hospedes chegaram e sairam e não perceberam que minha esposa estava empalada naquele pau enorme. Termino prometendo que estamos vendo como fazer um tratamento nas fotos e nos filmetes para mostrar e dividir essa alegria como os amigos. Estamos procurando um local discreto que pssa fazer esse tratamento nas fotos e imagens para que não apareça os rostos de minha esposa e amigo. Pois somos conhecidos e temos nome e familia para zelar.

    Responder
  4. carlos fernando

    Adoro ver novinhas dando cuzinho com sangue é bem melhor

    Responder
  5. Douglas

    Tbm sou bem dotado confira fotos no meu whats 051 9291 9115

    Responder
  6. Guto

    Minha esposa realizou a fantasia de fazer sexo anal com um amigo nosso bem dotado. Convenci o amigo a realizar a fantasia. No começo ele não queria, achava errado fazer isso com a esposa do amigo. Falei que ele era uma pessoa discreta e bem dotado. Lembrei a ele que ele havia comentado comigo que não conseguia que suas namoradas fizessem sexo anal por causa do tamanha e grossura de sua ferramenta (27 centimetros medidos com uma trena de costureira por minha esposa). Falei da oportunidade de fazer sexo anal com uma mulher que aguentaria tudo. Combinamos o dia, no dia anterior minha esposa foi no salão de beleza e fez depilação total com cera quente (tirou todos os pelos abaixo do umbigo, na frente e atrás), segundo ela, sem os pelos a penetração seria mais fácil. No motel, minha esposa fez desfile de lingerie (fio dental, corpete, body, para dar uma descontraida e criar coragem. Ela pegou no pau do meu amigo bateu uma punheta e viu aquele troço crescendo em sua mão. Nosso amigo pegou minha esposa e levou para uma cadeira, onde a colocou de joelhos e com muito carinho, paciencia e KY Gel, começou a penetração. Eu não acreditava que um buraquinho daquele receberia um troço imenso dentro dele. Ela suava muito e gemia de dor, perguntei se queria que el parasse, ela disse que não, que era para continuar. Depois de um tempo o pau estava todo dentro de seu cu. Ela pediu um tempo para acostumar com aquilo dentro do seu cuzinho. Ela começou a erbolar e fazer um movimento lento de vai e vem. Até que a coisa engrenou. Fizeram sexo anal em todas as posições possíveis. Minha esposa totalmente excitada, propos uma DP. Que aceitei na hora. Deitei de costas na cama e ela veio por cima e encaixou sua bucetinha no meu pau. Nosso amigo veio por trás e começou a enfiar o pau no cu dela. Foi uma sensação estranha sentir aquele troço forçando a entrada. Depois da penetração, começamos um vai e vem sincronizado. Gozamos nos seios e na barriga dela. Isso ocorreu a 3 meses atrás. Estamos criando coragem para fazer um filminho de 5 minutos para postar nesse site. Claro que não aparecerá nossos rostos. Depois desse dia minha esposa ficou uns 2 dias com um cu meio aberto. Se ela ficasse de cócoras ou se agachasse, ele abria que dava para colocar um dedo indicador. Demorou uma semana para ficar fechado. Mas voltou ao normal. Vamos tentar convencer nosso amigo novamente para fazer uma penetração anal a seco, sem lubrificante. Minha esposa quer ver se sem lubrificante e uma penetração bruta, ela fai perder as pregas. Ou se essa coisa de mulher perder as pregas e lenda urbana. Vamos criar coragem para ver se postamos fotos do antes e depois do sexo anal.

    Responder
  7. Cris

    lembranças…..da primeira vez……..no cu …… agora ta todo arrombado.

    Responder
  8. Raziel

    Muito gostoso essas novinhas recebendo rola no cu pela primeira vez.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2013 - 2018 - Todos os direitos reservados » Movido a Wordpress